quinta-feira, 12 de junho de 2008

É só pedir...

São dez, apenas dez pequenos pecados que me façam nutrir um sentimento de culpa. E aqui existe um contrasenso meu: são apenas dez de entre centenas de pecados, mas são uma multidão de dez pelos quais eu sinta algum tipo de remorso ou de desconforto ou outro tipo de sentimento de culpa. Titânico, o esforço. Mas bute.



1 - Em qualquer das minhas birras de menino mimado, curto sempre o prazer de perturbar quem as justifica mas não me perdoo a figurinha.

2 - Involuntariamente, a minha vista deixa-se arrastar para o traseiro da vizinha de cima e é uma maravilha, mas fico um nadinha constrangido por isso só acontecer quando apanho o vizinho pelas costas.

3 - Sempre que fumo em locais proibidos por lei (sem hostilizar descaradamente os antitabagistas, claro) experimento a tal sensação ambivalente.

4 - Quando penso com outra parte do corpo que não o cérebro.

5 - Nos raros momentos de insanidade temporária em que ultrapasso os 220 km/h na auto-estrada.

6 - Sempre que consigo argumentar na perfeição em abono da posição contrária à que subscrevo, só para treinar a palheta e danar um/a teimoso/a ou apenas incoerente.

7 - Quando consigo dizer não a quem já contava com o sim no cu da galinha.

8 - Sempre que me faço esquecido e abro a porta em tronco nu às Testemunhas de Jeová.

9 - Quando se torna claro que a próxima será a mulher do próximo.

10 - Na minha invariável opção de matar correntes virtuais, não as transmitindo a alguém.

4 comentários:

Olá!! disse...

Sentes uma pontinha de culpa na 10???? Eu não hihi

Excelente....

Beijosssssssssss

CatDog disse...

(Sinto, pois. Sinto a culpa de me ter dado um jeitão para reduzir o problema às outras nove...)

medusasss disse...

oh catdog, tens um bom remédio, que é reescrever a n.º10.

***

catdog disse...

Se a reescrever acabo por defraudar o espírito da coisa, Med...